A Magia em todo lugar!


O Barco para Edoras

Compartilhe
avatar
Narrador
Administrador

Mensagens : 473

O Barco para Edoras

Mensagem por Narrador em 21/4/2013, 21:23

Aqui os alunos e os funcionários de Edoras pegam o barco para o colégio.

Antes de postar no colégio, você deve postar obrigatoriamente aqui falando como foi sua viagem.
avatar
Nicolás Cvitanić

Mensagens : 66

Ficha
Verdello: 1° Ano
Habilidade Magica:
49/1400  (49/1400)
Varinha: Salgueiro, 27 Cm, Corda de Coração de Dragão

Re: O Barco para Edoras

Mensagem por Nicolás Cvitanić em 23/7/2014, 22:12

Nicolás chegou ao Porto de última hora, juntamente com Bluth. Como ambos não tinham responsáveis presentes, não houve ninguém pra quem dizer adeus.

Encontraram uma cabine no barco e a viagem inteira foi uma longa conversa sobre a Geografia da América, com foco, claro, na América Latina e na Argentina em que Bluth estava muito curioso sobre.
avatar
Cecille Lucchesi

Mensagens : 55

Ficha
Verdello: 1° Ano
Habilidade Magica:
43/1400  (43/1400)
Varinha: Peroba, 25 Cm, Pelo de unicórnio.

Re: O Barco para Edoras

Mensagem por Cecille Lucchesi em 24/7/2014, 14:52

E finalmente chegava o tão esperado momento. Um momento contraditório, porque seria doloroso despedir-se de sua Nonna e ao mesmo tempo ansioso para um novo 'raiar'.
Avó e neta se olhavam, Cece tentavam não prolongar aquilo dando um leve beijo na bochecha da idosa, porém esta a abraçava, não queria largar sua única neta. Depois de desejar todas as coisas boas e alertar, aquele típico trabalho de avó, Cecille correu para o Barco.
Entrou em uma cabine vazia e assim ela permaneceu durante o trajeto. A pequena não sabia quanto tempo demoraria, então aproveitou para ler um livro enquanto aguardava a chegada em sua nova escola.
avatar
Sarah de Beauvoir

Mensagens : 12
Data de nascimento : 23/12/2002

Ficha
Verdello: 1° Ano
Habilidade Magica:
29/1400  (29/1400)
Varinha: Mogno, 21cm, Corda de Coração de Dragão

Re: O Barco para Edoras

Mensagem por Sarah de Beauvoir em 24/7/2014, 23:28

E lá se vão os últimos momentos de uma vida cotidiana que Sarah de Beauvoir, devo dizer, não sentiria falta. Com sua pequena bolsa de utilidades na mão, Sarah deu um beijo de despedida em seus pais, e com um sorriso de coragem e determinação, adentrou no barco. Lá dentro, após se acomodar em um cantinho vazio e ouvir o barco começar a se distanciar da terra firme, Sarah tirou de sua bolsinha uma bússola, da qual não se separaria tão cedo.
avatar
Tony.HP

Mensagens : 14

Ficha
Verdello: 1° Ano
Habilidade Magica:
29/1400  (29/1400)
Varinha: Teixo, 18 cm, corda de coração de dragão

Re: O Barco para Edoras

Mensagem por Tony.HP em 13/9/2015, 11:03

E logo depois do corujal, chego ao Porto com minha mãe... Não vejo muitos estudantes por perto, eu estava bem atrasado...

Vixe... Vou chegar mega atrasado...

Havia me atrasado pois tentamos esperar ver se meu pai retornava da missão, mas ele terminou não podendo vir...

Olho para o barco... A minha vida estava prestes a mudar... Iria deixar de apenas sonhar em me tornar um grande Bruxo e iria fazer isso virar realidade...

Minha mãe sempre carinhosa me da um beijo e com lagrimas nos olhos se despede... Mas em pouco tempo teria ferias e eu poderia voltar pra casa... Fico triste de deixa-la sozinha, pois meu pai em grande parte dos dias estava fora e sempre pondo a sua vida em risco...

Te Amo mãe! Te mandarei cartas sempre!

Com isso, sigo para o barco, rumo a Escola!
avatar
Matthew Spencer

Mensagens : 231

Ficha
Verdello: Diretor Finwer
Habilidade Magica:
920/1400  (920/1400)
Varinha: Teca, 31 cm, coração de dragão

Re: O Barco para Edoras

Mensagem por Matthew Spencer em 16/1/2016, 12:27

Chegando lá, Matt pôde contemplar novamente aquela linda cidade ao lado de Valentine. Estivera lá a um dia atrás, mas era sempre ótimo passar um tempo pela cidade que se tornou sua segunda casa. Já era noite e ambos se dirigiram para o restaurante do hotel.
avatar
Dimitri Virtanen

Mensagens : 3

Ficha
Verdello: Calouro(a)
Habilidade Magica:
1/1  (1/1)
Varinha: Desconhecida

Re: O Barco para Edoras

Mensagem por Dimitri Virtanen em 9/1/2019, 19:30

O vento era quente demais para aquele homem vindo de um dos lugares mais frios do mundo. Pegou um lenço que estava no bolso de trás da calça e passou na testa, olhou o relógio, em vinte minutos o barco chegaria. No tempo em que ficou esperando, Dimitri descobriu que Matthew Spencer passou por ali.

“Então quer dizer que a noite o professor deixa a escola para curtir a noite na cidade?! Bom saber, Spencer...”

Estava inquieto, odiava esperar e o calor estava deixando mais nervoso. O barco chegou, ele entrou no mesmo, não precisou dizer nada, só havia um destino. Não apreciou nenhuma paisagem, estava tudo muito escuro para isso, e mesmo que não tivesse, Virtanen não é do tipo que gosta dessas coisas.

“Preciso de respostas, mas também preciso arrumar uma coisa.”

Fechou os olhos, estava ansioso para chegar em Edoras.  
avatar
Ash Dragunov

Mensagens : 53

Ficha
Verdello: Professor
Habilidade Magica:
827/1400  (827/1400)
Varinha: Cedro, 27 cm, com Pena de Fênix

Re: O Barco para Edoras

Mensagem por Ash Dragunov em 13/1/2019, 09:19

Um pouco impaciente, Dragunov notou que Spencer ainda estava no Restaurante ao passar pelo mesmo. Entretanto, não se importou tanto com isso e se dirigiu ao cais.

Dragunov precisava achar o ponto exato de onde deveria utilizar a chave. Era em um local bem escondido, como Matthew havia lhe dito. Se dirigiu rapidamente, juntamente com Bey, e ambos tocaram a chave ao mesmo tempo.

Maldita e desagradável sensação de se viajar dessa maneira, mas o bruxo já sabia há algum tempo que a esocla seria atacada e, com Spencer fora dela, tudo parecia indicar que agora era o momento ideal.



avatar
Carson Solomon

Mensagens : 6

Ficha
Verdello: Professor
Habilidade Magica:
609/1000  (609/1000)
Varinha: Carvalho, 24cm, com cabelo de sirenídeo , infléxivel

Re: O Barco para Edoras

Mensagem por Carson Solomon em 14/1/2019, 23:41

Carson admirava o pôr do sol enquanto sentia a leve brisa balançar seus cabelos; dando leves giros com a mão direita, a qual segurava uma taça contendo vinho tinto, perdia-se em seus pensamentos e expectativas relacionadas à Edoras.
" Vai ser bom retornar... ou talvez não? Bem, estarei fazendo o que amo porém, não... não é hora de estragar esse momento, melhor deixar eventos passados onde estão e se focar no que vêm a frente"
-Mesmo que eu esteja atrasado! Dando um grande gole na taça e abrindo um sorriso de nervoso para si mesmo e a bela paisagem a frente. Escorado com o corpo nas barras da embarcação, balançava a taça vazia descontraídamente enquanto navegavam ao longe em direção à Edoras.
avatar
Valentine Kampfer

Mensagens : 41

Ficha
Verdello: Professor
Habilidade Magica:
610/1000  (610/1000)
Varinha: Jacarandá, 24 cm, fio de cabelo de Veela e inflexível

Re: O Barco para Edoras

Mensagem por Valentine Kampfer em 17/1/2019, 17:30

A noite estava agradável, o céu parecia um manto negro coberto por luzes brilhosas, as estrelas. Um vento leve, fresco e – apesar da hora o porto ainda estava bem movimentado. O caminho que levava até a embarcação para Edoras era bem iluminado e a jovem professora só conseguia pensar em como seus pequenos alunos deveriam ter ficado impressionados com tudo aquilo.

Caminhavam silenciosos, Valentine ficou um pouco constrangida de Matthew ter arcado com toda a conta antes mesmo que ela pudesse dizer algo, mas claro que não estava deixando aquilo transparecer. A companhia era boa e por isso o silêncio não era constrangedor.

Kampfer ainda não conhecia Verdello como conhecia Hogsmade, não teve tempo de fazer um passeio como aquele. Teve medo de se atrasar, então logo que chegou já tomou o barco para a escola.


- Aqui me lembra muito Hogsmade. – Disse quebrando o silêncio. Valentine tentava manter uma determinada distância de Matt, mas às vezes era inevitável suas mãos se esbarrem. – Eu gostaria de conhecer a cidade de dia, talvez volte aqui no fim de semana.

Se a vida deixasse, se as coisas fluíssem bem durante a semana, certamente ela passaria seus dias de descanso por ali, descobrindo a cidade, conhecendo mais o lugar onde pretendia passar alguns anos de sua vida.

-Sabe, eu já me acostumei quase tudo por aqui, por esse lado da América, menos com a falta de neve. Na Argentina e no Chile neva, mas... Não é igual em casa. Não é o frio do Reino Unido. – Não parecia triste, era só um comentário.

A embarcação já estava lá, o barqueiro sentado ao lado de fora, possuía um ar cansado, mas ao ver o par abria um sorriso no rosto e dizia um sonoro “Boa noite”.


-Boa noite! – Respondeu a jovem também sorrindo. – Vamos, senhor Diretor? – Brincou.
avatar
Matthew Spencer

Mensagens : 231

Ficha
Verdello: Diretor Finwer
Habilidade Magica:
920/1400  (920/1400)
Varinha: Teca, 31 cm, coração de dragão

Re: O Barco para Edoras

Mensagem por Matthew Spencer em 18/1/2019, 09:32

Matt caminhava com a professora de Herbologia pela cidade de Verdello. Estava tarde, mas não se importou muito com o horário, só estava aproveitando o momento, pois em breve teria que voltar para resolver os assuntos da escola. Já havia conversado um pouco com Rey Kreuk antes da reunião de professores, mas precisava falar mais com o bruxo, que era meio que o "guardião das terras de Edoras", como Hagrid fazia em Hogwarts. Também precisaria diplomar Bey e Dragunov como novos professores, bem como Carson, que sequer havia o respondido aparentemente.

A mente de Matt viajava no momento, estava tranquilo, meio que em paz consigo mesmo, e a quebra do silêncio, por Valentine, não mudou absolutamente nada para ele.

- Hogsmeade é muito bela, gostava de estar lá de vez em quando enquanto trabalhei em Hogwarts - disse lembrando dos momentos agradáveis no local - Já Verdello é igualmente incrível, mal pude acreditar quando cheguei aqui pela primeira vez com meu pai aos... Acho que 6 anos - completou se lembrando do momento. Ainda não conhecia nada do Brasil e nem entendia muito sobre magia, mas ficou maravilhado.

Estar ali, basicamente, o primeiro local mágico que criou raízes, com Valentine, era muito bom. Não sabia se viveria em Verdello pra sempre, mas gostava muito da cidade.

Spencer observava a noite e seguia andando lentamente, estava ainda querendo que aquilo que Valentine teve dificuldades em dizer o que era durasse para sempre. Poderia ser chamado assim, não teria problema. O que importava era aproveitar ao máximo o momento.

- Eu tive um pouco de dificuldades para me acostumar com o frio no Reiuno Unido... Mas a neve era algo belo de ser ver - disse para continuar o assunto e rindo um pouco das diferenças entre os lugares em que eles cresceram - Mas você tem razão, o calor que faz aqui é bem forte, muito diferente do clima europeu - completou. Matt teve um período de sua vida em que viajou bastante por vários lugares e pôde ver a diferença climática entre os mesmos, bem como diferenças culturais. Mas nada foi pior do que encontrar Spiegel no Egito. Dá pra imaginar? Um clima daqueles e ainda ter que ouvir sobre como a História da Magia no Egito era incrível e etc... Não, não foi um encontro tão amistoso assim, mas obviamente Spiegel falou sobre História da Magia.

Chegaram próximo ao barco e Valentine fez uma brincadeira, o chamando de "senhor Diretor". Aquele cargo ainda lhe era estranho, mas sorriu. Não tinha como ser diferente com Valentine.

- Vamos... Val - disse fazendo referência ao apelido que "inventou" sem saber que já existia e demonstrando como aquela noite mudaria o relacionamento entre os dois para sempre.

Após isso, ambos embarcaram e Matt nem quis utilizar do feitiço que apenas os diretores tinham autorização de utilizar. Ele servia para fazer o barco mágico andar mais rápido.
avatar
Valentine Kampfer

Mensagens : 41

Ficha
Verdello: Professor
Habilidade Magica:
610/1000  (610/1000)
Varinha: Jacarandá, 24 cm, fio de cabelo de Veela e inflexível

Re: O Barco para Edoras

Mensagem por Valentine Kampfer em 18/1/2019, 20:41

Enquanto um tinha dificuldades em se adaptar ao clima quente, outro tinha ao frio. Valentine riu daquilo e lembrou da frase “os opostos se atraem”. Ela não acreditava muito naquela frase, preferia crer que as pessoas certas se atraem e aprendem a lidar com suas oposições.

Mais uma vez Matthew fazia uso do apelido, incrivelmente ela já tinha acostumado com ele a chamando assim. Entraram no barco, este estava vazio, ninguém além deles indo para Edoras. Apesar de ter o barco só para ele, Valentine decidiu sentar bem ao fundo. O vento tocava seus cabelos e ela fechava os olhos para sentir aquele frescor.

Abre os olhos e encontra um mar mais azul que os dela a observando. Encara Matt por alguns segundos até começar a rir e cortar qualquer clima que estivesse rolando por ali.


- Eu fiquei com uma curiosidade essa noite, mas talvez você não queira falar sobre. Eu vou entender. -  Assumiu um tom mais sério. – Qual o nome dela? Da minha veterana?  Desculpa voltar nisso, mas apesar de sermos muitos... É a Lufa-Lufa é a casa que mais sofre bullying, então éramos bem unidos. Eu fiquei curiosa em saber se eu a conheço ou não. Entenderei se você não quiser contar. Assim como também vou entender se você quiser saber algo a mais sobre mim.

O fato de ser uma pessoa da mesma casa que ela, aguçava a curiosidade por, talvez, vir a ser alguma amiga. Kampfer era novata ainda, mas possuía muitos amigos de outros anos justamente por estar sempre querendo aprender algo aquém.  

Ela estava disposta a fala sobre seu relacionamento passado se assim Spencer quisesse. Não fora tão trágico como o dele e, talvez, por isso não doeria/doía tanto contar o que acontecera.  A viagem seria longa e eles teriam todo o tempo do mundo para falar aquilo e logo após esquecer qualquer coisa sobre mudando o rumo da conversa.
avatar
Matthew Spencer

Mensagens : 231

Ficha
Verdello: Diretor Finwer
Habilidade Magica:
920/1400  (920/1400)
Varinha: Teca, 31 cm, coração de dragão

Re: O Barco para Edoras

Mensagem por Matthew Spencer Ontem à(s) 17:38

Spencer, logicamente, sentou-se próximo à Velentine para a viagem. Ele aproveitava a paisagem imaginando que nada poderia estragar aquela noite, nem mesmo um meteoro caindo do céu. O diretor interino não costumava falar muito sobre, mas estava acostumado a estar desapontado em certos momentos, entretanto hoje não seria o caso. Sobreviveu a Bey e Dragunov no mesmo restaurante que ele e Kämpfer e agora ele estava quase voltando para a escola após uma noite fenomenal ao lado de alguém ainda melhor. O que poderia estragar isso?

Valentine então perguntou sobre a ex-namorada de Matt. Não, isso não iria estragar a noite, mas o diretor interino nunca havia falado muito dela. Foi algo rápido, intenso, provavelmente contra as regras e, no fim, ninguém nunca soube ao certo do que havia acontecido. Spencer sempre imaginou que estaria ferrado se Dumbledore ou McGonagall descobrissem.

O bruxo se preparava para dizer algo, quando uma coruja do castelo entrou na cabine e pousou em seu ombro. Ele estranhou, fez uma cara de surpreso para Valentine, seguida de uma palhaçada típica dele.

- De quem será heim? - disse olhando para o pequeno papel dobrado - Deixa pra lá... - colocou a carta em algum bolso - Onde estávamos? - completou fazendo uma careta.

Matt ainda não sabia como falar sobre, mas se preparou. Falar de Laura era sempre complicado, afinal, Spencer se culpava até hoje pelo que havia acontecido, embora a culpa não tivesse sido, de fato, dele. Segurou um pouco as emoções e começou.

- Bem... O nome dela era Laura, era espanhola e vinha de família trouxa - disse evitando olhar Kämpfer diretamente - Conheci ela em 1992 quando estava ajudando o professor Snape com uma aula de Poções... Em geral, ele não gostava muito disso, mas como eram ordens do Dumbledore, ele me deixou ser o "aprendiz" dele - disse rindo meio chorosamente da situação, Snape todo sério e ele tentando ser o cara legal com a turma - Eu tinha 16 e ela tinha 13... - disse tentando dar mais detalhes - Ela estava tendo dificuldades com uma poção, não me lembro qual, e eu a ajudei para que ela não fosse humilhada como Severo costumava fazer... Ficamos amigos, mas o relacionamento só veio muito tempo depois quando eu já era professor de duelos - completou fazendo uma careta.

Spencer lembrava de todo o período em Hogwarts com muitos detalhes. Na mesma época conhecera a professora de História da Magia atual de Edoras, Amelie Brittan, em uma situação menos desfavorável. O professor também se lembrava do que estava acontecendo em 1997 e como foi ser professor de duelos durante esse período negro com Voldemort no controle. Reprovou completamente a ideia de Laura, já formada, voltar para ajudar na batalha, mas ela jamais mudaria de ideia. Sempre sabia exatamente o que queria.

- Não quero falar sobre como aconteceu... Foi... Foi, apenas durante a batalha - disse sem ter coragem de descrever o momento. Nunca havia revivido esse momento antes e estava sendo bem difícil relembrar. Tudo naquele dia havia sido horrível.

Matt então, para esquecer um pouco, tirou a carta do bolso e resolveu ler. Para sua surpresa era uma carta da enfermeira Vortilly indicando que Spiegel requeria a presença dele no castelo naquele momento.

- Spiegel... Dá pra acreditar? Nem aqui ele me deixa em paz! - disse fazendo uma cara de bobo e tentando rir um pouco. Os dois estavam se tornando amigos novamente, mas não tinha como ele não "reclamar" né? Estava no sangue culpar Spiegel por tudo.

Matt então, discretamente, utilizou o feitiço para fazer o barco andar mais rápido. Não era sua vontade no momento, queria ficar ali para sempre, mas sabia que, se Spiegel queria que ele estivesse no castelo no momento, deveria ser algo importante.

- E você? Namorou um auror? Não gosto de aurores mesmo meu pai tendo sido um! - disse fazendo uns gestos de como estivesse completamente decepcionado com isso. Era brincadeira, como quase tudo o que dizia - Mas não precisa dizer nada sobre - só completou para indicar que não tinha problema nenhum com quaisquer relacionamentos passados.

Matt tentou relaxar novamente e aproveitar a viagem, mas já estava ficando um pouco preocupado. Sabia que receberia notícias em breve sobre a história dos caçadores, mas esperava que Spiegel não tivesse descoberto algo que poderia colocar a escola em risco.
avatar
Valentine Kampfer

Mensagens : 41

Ficha
Verdello: Professor
Habilidade Magica:
610/1000  (610/1000)
Varinha: Jacarandá, 24 cm, fio de cabelo de Veela e inflexível

Re: O Barco para Edoras

Mensagem por Valentine Kampfer Ontem à(s) 20:58

Talvez tenha sido um erro perguntar, Valentine percebeu o quão Spencer ficou desconfortável com o assunto e se arrependeu de ter exposto sua curiosidade.  Antes que ele pudesse contar, uma coruja chega, pousa em seu dono, a mulher pensa em fazer um carinho na ave, mas se retrai. Alguns bichos não gostam tanto de intimidade, a coruja dela era uma, fazia seu trabalho, mas só a Herbologista podia fazer carinho.  

Por um instante, achou que ele mudaria de assunto, mas ele segue. Kampfer tenta se lembrar de alguma Laura, mas a única que conseguia era de sua turma. Escuta a história atenta, com o coração em pedaços. Ela se lembrava da batalha, algumas noites até sonhava, ou melhor, tinha pesadelos com aquele momento.

Para alivio, Matt encerra o assunto brincando sobre o fato do Professor Spiegel sempre estar a procura dele. Valentine rir, admirava a amizade dos dois.


- Sim, um Auror... -  diz revirando os olhos. – Olha, nem eu gosto, mas é tradição da família dele. E se tem algo que a família dele segue é a tradição. Até demais.  -  Prende o cabelo num coque e continua - Aurores são uma raça muito chata. Nossa, odiava ter que frequentar as festas. Disputa de egos.

Valentine não via problema em falar sobre seu relacionamento, eram águas passadas. Percebeu que o barco passou a andar mais rápido e começou a ficar preocupada. Será que aconteceu algo na escola?

[/color] - Está tudo bem? – quis ter certeza que teria a companhia do professor por mais alguns instantes. – Sabe, tinha muito tempo que eu não me divertia, não passava uma noite com uma boa comida, boa bebida e boa companhia. – Cruzou os braços e começou a olhar a paisagem pela janela. -  Meus avós sempre me disseram pra ‘ir viver a vida’, largar os livros. E eu só percebi que estava muito tempo mergulhada dentro dos meus projetos hoje. – Quantas noite ela não tinha dormido na sala com os livros, ou trocou os dias pelas noites? Não saberia dizer.  O que fazia ela lembrar que... - Ah, eu não esqueci que prometi meu sofá para você dormir. Ele vai estar lá vazio, fique à vontade. Vazio não, talvez tenha alguns livros, mas nada que não possa se arrumar. – Sorriu.

Conteúdo patrocinado

Re: O Barco para Edoras

Mensagem por Conteúdo patrocinado


    Data/hora atual: 21/1/2019, 10:45